... Em sentimentos que envolvem o universo feminino, pois “Não se nasce mulher: torna-se.” (Simone de Beauvoir)
A dualidade de sentimentos que envolvem o Universo Feminino.

São tantos os sentimentos em busca da identidade feminina, cujos contratempos das emoções transbordadas vão do êxtase secreto à cólera explícita...

Esse blog é um espaço aberto acerca de relatos e desabafos relativos as alegrias e tristezas, felicidades e angústias... Sempre objetivando a solidariedade e ajuda ao próximo.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

O desencontro... A condenação da busca...


Quando na estrada escura, tateei o espaço sem encontrar tua mão e sem amparo para os tropeços da noite cega, chamei teu nome. Sem resposta, sentei à ermo esperando a claridade chegar. Fantasmas me assombravam, mas não temi pela certeza da tua chegada.

A noite passou longa, fria e faminta. Mas, nunca desesperancei a tua busca em mim, porque quando tu estavas perdido no caminho sinuoso, eu estava lá no teu encalço para te apoiar das topadas que te fizeram cair.

Amanheceu e a estrada se fez luminosa, mas te esperei. Não segui adiante, porque esperava tu me alcançares, mesmo ciente da limitação do teu atraso. 

Porém, no entardecer recuei, e saí percorrendo o caminho da volta. Na ânsia em tua busca, me perdi e nunca mais cheguei. Restando, condenada ao eterno desencontro.