... Em sentimentos que envolvem o universo feminino, pois “Não se nasce mulher: torna-se.” (Simone de Beauvoir)
A dualidade de sentimentos que envolvem o Universo Feminino.

São tantos os sentimentos em busca da identidade feminina, cujos contratempos das emoções transbordadas vão do êxtase secreto à cólera explícita...

Esse blog é um espaço aberto acerca de relatos e desabafos relativos as alegrias e tristezas, felicidades e angústias... Sempre objetivando a solidariedade e ajuda ao próximo.

terça-feira, 2 de julho de 2013

O melancólico sofrimento do luto...


"Em cada sujeito a depressão tem diferentes significações, que só a análise vai poder desvendar. A depressão apresenta baixa auto-estima, auto-acusações e auto-depreciação. O sujeito não sabe o que perdeu ou não sabe o que perdeu junto com isso. Freud usa a palavra depressão para falar de um luto patológico. Porque fala de um luto patológico ? Pois luto requer um trabalho de elaboração, e na depressão trata-se de um luto congelado, eternizado, pela falta de trabalho de elaboração. O sujeito não quer se referenciar na perda não quer se reconhecer como sujeito faltoso, o que o remeteria à castração." (Neusa Lais Coelho)