... Em sentimentos que envolvem o universo feminino, pois “Não se nasce mulher: torna-se.” (Simone de Beauvoir)
A dualidade de sentimentos que envolvem o Universo Feminino.

São tantos os sentimentos em busca da identidade feminina, cujos contratempos das emoções transbordadas vão do êxtase secreto à cólera explícita...

Esse blog é um espaço aberto acerca de relatos e desabafos relativos as alegrias e tristezas, felicidades e angústias... Sempre objetivando a solidariedade e ajuda ao próximo.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Apenas e tão somente uma noite...


Somente aqueles olhos ternos vagando nos meus poderia ir no fundo da minha alma furtada de um passado sombrio. O semblante daquele homem doce e cortês esbanjava a sensualidade feminina dos poetas. 

Havia uma tristeza misteriosa e solitária dos eruditos intelectuais. A minha ansiedade dominava meus impulsos da fala compulsiva e repetitiva. Nada do que foi dito no meu afã tagarela ficou. 

Um beijo furtivo em público me arrepiou a espinha. Depois, na intimidade clandestina os beijos tórridos queimaram meu âmago. Mas, a timidez me paralisou os instintos.

Eu não estava preparada. De repente, sem a menor parcimônia estávamos contemplando o horizonte se colorindo com o  raiar da alvorada. 

Então, a brisa fresca marinha e o canto das gaivotas me despertou do devaneio. Tudo ficou para trás. Restou, apenas meu cheiro de lavanda que evaporou em poucas horas.
                                                                        C. Garcy