... Em sentimentos que envolvem o universo feminino, pois “Não se nasce mulher: torna-se.” (Simone de Beauvoir)
A dualidade de sentimentos que envolvem o Universo Feminino.

São tantos os sentimentos em busca da identidade feminina, cujos contratempos das emoções transbordadas vão do êxtase secreto à cólera explícita...

Esse blog é um espaço aberto acerca de relatos e desabafos relativos as alegrias e tristezas, felicidades e angústias... Sempre objetivando a solidariedade e ajuda ao próximo.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015
















É o braço que arde
O peito que queima
A cicatriz que dói.

É o temor que assusta
A solidão que se tem
O desamparo que vem.

É a tristeza que está
A mágoa que não passa
O filho que se compra.

Assim, foi o mais profundo vazio
Em que a morte liberta
Do sofrimento que não se aguenta.