... Em sentimentos que envolvem o universo feminino, pois “Não se nasce mulher: torna-se.” (Simone de Beauvoir)
A dualidade de sentimentos que envolvem o Universo Feminino.

São tantos os sentimentos em busca da identidade feminina, cujos contratempos das emoções transbordadas vão do êxtase secreto à cólera explícita...

Esse blog é um espaço aberto acerca de relatos e desabafos relativos as alegrias e tristezas, felicidades e angústias... Sempre objetivando a solidariedade e ajuda ao próximo.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

"Tem gente que machuca os outros. Tem gente que não sabe amar." Renato Russo



Ele egoísta, se foi sem ao menos ter remorso do que fez... Ela deslumbrada, publica os registros como um troféu para me humilhar e não cessa em mandar recados do quanto são felizes às custas da minha dor.

Ele que pouco se importa com a dor alheia que causou porque é individualista e somente se preocupa com seu desejo, mesmo que machuque os outros. Ignora totalmente os sentimentos alheios porque não sabe se colocar no lugar do outro. E, os relacionamentos não comportam individualismo, eis que há um contrato oculto de convivência com regras claras, das quais ele sempre viola.

Mas, ela que sabe que causa dor à alguém, mesmo assim, persiste porque sente prazer em maltratar os outros. É perversa e tripudia os sentimentos alheios de quem sofre. Pois, precisa explicitar por capricho sua maldade. Porém, esquece que ele não sabe amar e fará com ela o que é da sua natureza.