... Em sentimentos que envolvem o universo feminino, pois “Não se nasce mulher: torna-se.” (Simone de Beauvoir)
A dualidade de sentimentos que envolvem o Universo Feminino.

São tantos os sentimentos em busca da identidade feminina, cujos contratempos das emoções transbordadas vão do êxtase secreto à cólera explícita...

Esse blog é um espaço aberto acerca de relatos e desabafos relativos as alegrias e tristezas, felicidades e angústias... Sempre objetivando a solidariedade e ajuda ao próximo.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Ingratidão, mecanismo de defesa de quem não sabe lidar com o afeto...

A ingratidão é um sentimento que demonstra a limitação afetiva de quem julga estar em dívida com o Outro. É por isso, que muitas vezes, quando ajudamos alguém em momentos difíceis abrimos um precedente de afastamento de algumas pessoas. 

Por um sentimento defesa, os ingratos não sabem lidar com a solidariedade de quem lhe estendeu a mão. Sentindo-se inferiorizados simbolicamente em relação ao Outro.

Obviamente, não devemos fazer algo por alguém esperando recompensas. Até porque não devemos criar expectativas quanto aos sentimentos alheios. Embora, a ausência de reconhecimento nos traga decepção.  

Talvez, a ingratidão seja a culpa de quem não consegue retribuir a doação de afeto do Outro, ou até mesmo inveja.


"Quero me encontrar, mas não sei onde estou 
Vem comigo procurar algum lugar mais calmo 
Longe dessa confusão e dessa gente que não se respeita 
Tenho quase certeza que eu não sou daqui... 

Estou cansado de bater e ninguém abrir 
Você me deixou sentindo tanto frio 
Não sei mais o que dizer 
Te fiz comida, velei teu sono 
Fui teu amigo, te levei comigo 
E me diz: pra mim o que é que ficou ? 
Me deixa ver como viver é bom 
Não é a vida como está, e sim as coisas como são 
Você não quis tentar me ajudar 
Então, a culpa é de quem ? A culpa é de quem ?... 

Acho que te amava, agora acho que te odeio"

Legião Urbana - Meninos e Meninas
(Renato Russo, Dado Villa-lobos e Marcelo Bonfá)