... Em sentimentos que envolvem o universo feminino, pois “Não se nasce mulher: torna-se.” (Simone de Beauvoir)
A dualidade de sentimentos que envolvem o Universo Feminino.

São tantos os sentimentos em busca da identidade feminina, cujos contratempos das emoções transbordadas vão do êxtase secreto à cólera explícita...

Esse blog é um espaço aberto acerca de relatos e desabafos relativos as alegrias e tristezas, felicidades e angústias... Sempre objetivando a solidariedade e ajuda ao próximo.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Narcisistas patológicos, verdadeiros vampiros de sentimentos...

"Por favor, eu realmente o amo. Se ficarmos juntos nesta, serei totalmente dedicado a você ! Mas cuidado ! Se você me rejeitar, posso perder o controle e desgraçar a sua vida !" 
Zizek in Como Ler Lacan



Assim, se caracterizam os narcistas patológicos. Encantadores, conquistam seus parceiros adquirindo uma personagem que se encaixe aos anseios, muitas vezes se mostram gentis, mas o objetivo não é o desejo do Outro e, sim o seu prazer. 

De contrapartida, exigem amor incondicional dentro das suas "regras" e expectativas. No menor sinal, de que essas regras exigidas são quebradas perdem o afeto e usam táticas de assédio moral para minar a autoestima do Outro. 

Mentirosos e ardilosos, não respeitam os padrões morais e pouco se importam com o sofrimento do Outro.

Ciumentos, exigem a todo instante provas de amor e desconfiam exageradamente de seus parceiros. Além, de os manipularem geralmente sexualmente.

Quando se sentem ameaçados ou entediados, utilizam patologicamente práticas que podem ser desde esportes radicias, consumo desenfreado, drogas, viagens exageradas, promiscuidade e outros comportamentos que lhe deem auto-confiança. 

Normalmente, os seus alvos são parceiros ingênuos e inseguros que suportam seus abusos, mas não conseguem deixá-los. Levando-os a adoecer psiquicamente e se tornarem reféns sentimental.

A exemplo num caso concreto, Paulo se envolveu com Ilana, resultando num relacionamento doentio, sem que ele desse conta das armadilhas da parceira.

Casado, Paulo não resistiu as investidas de Ilana, através das redes sociais, acabando por abandonar sua família. De início a amante, usou de todas as artimanhas para envolvê-lo, principalmente quanto a sexualidade. Apesar, de aparentar conter princípios morais, pouco se importou com o sofrimento causado a família de Paulo.

Ardilosa, o convenceu de que ele era o grande e único amor de sua vida. Se aproveitando das inseguranças e reclamações de Paulo quanto à mulher, traçou a personagem perfeita satisfazendo todos os desejos do amante, o manipulando a sair de casa.

Assim, a vitima tornou-se dependente emocional da amante, mudando completamente seus valores, inclusive se afastando do filho. Paulo não consegue mais pensar por si próprio e é teleguiado totalmente  por Ilana.