... Em sentimentos que envolvem o universo feminino, pois “Não se nasce mulher: torna-se.” (Simone de Beauvoir)
A dualidade de sentimentos que envolvem o Universo Feminino.

São tantos os sentimentos em busca da identidade feminina, cujos contratempos das emoções transbordadas vão do êxtase secreto à cólera explícita...

Esse blog é um espaço aberto acerca de relatos e desabafos relativos as alegrias e tristezas, felicidades e angústias... Sempre objetivando a solidariedade e ajuda ao próximo.

domingo, 8 de maio de 2016

A Fuga...


“Quando a realidade me entra pelos olhos, o meu pequeno mundo desaba.” Graciliano Ramos in Angústia


É preciso preencher o tempo para não ter tempo de lembrar. Adormecer somente quando estou no limite. Assim, não há tempo de reviver as lembranças na solidão da noite. 

Cultivo atividades num turbilhão extenuante, dia após dia numa fuga incessante de mim mesma para não lidar com o passado aprisionado. Num temor de que ele venha à tona e me paralise pelo sofrimento contido. 

Já não tenho mais memória de tantos subterfúgios para burlar àquela dor vagante a me assombrar. E, por mais que eu fuja dessa tormenta parece que ela está à minha espera.

O cansaço que esgota, às vezes implora repouso por mais que eu insista em seguir adiante. De repente, estou diante de mim mesma sem ter para onde ir.