... Em sentimentos que envolvem o universo feminino, pois “Não se nasce mulher: torna-se.” (Simone de Beauvoir)
A dualidade de sentimentos que envolvem o Universo Feminino.

São tantos os sentimentos em busca da identidade feminina, cujos contratempos das emoções transbordadas vão do êxtase secreto à cólera explícita...

Esse blog é um espaço aberto acerca de relatos e desabafos relativos as alegrias e tristezas, felicidades e angústias... Sempre objetivando a solidariedade e ajuda ao próximo.

sábado, 21 de maio de 2011

Desabafos de uma mulher silenciada...



"Lacan bem expressou no  final do seu   'Seminário sobre a A Carta Roubada', uma carta sempre chega ao seu destino."
 (Slavoj Zizek in Como Ler Lacan)

A Carta...


Como não consigo ter diálogo ou discutir qualquer ponto de vista, dado os seus argumentos infundados e agressivos para justificar nossos desentendimentos resolvi escrever, assim talvez consiga colocar meus desabafos. Até porque fico muito angustiada pelo meu silêncio e impotência diante da impossibilidade de defesa, cuja dor parece rasgar meu peito. 

São muitas coisinhas e muitas críticas que vão minando nosso relacionamento, mas por acreditar que vão passar com o tempo, me calo para evitar discussões e brigas. O que foi um erro, mesmo sendo uma autodefesa acabou dando nisso, mágoas acumuladas e distanciamento na espera de um futuro a longo prazo que não virá.

Não consigo me dar ou estar em harmonia diante da sua grosseria e, assim o distanciamento é inevitável. Mas, sempre acho que isso não é motivo para deixar você e acabo dizendo para mim mesma que vai passar...

São tantas as suas queixas, dentre a principal de querer exclusividade total da minha atenção. Quando você dizia que queria estar comigo no topo de uma montanha sem acesso algum externo, achava que era uma forma de demonstração de amor. Hoje vejo como o seu egoísmo, ciúme e desconfiança são patológicos.

Desta forma, fui colocada em seu desejo emocional como um objeto disponível a ser usado quando lhe é conveniente. Ou seja, você na verdade me quer como uma coisificação personificada ao seu dispor.

Esperar mais um dia para poder falar e vomitar tudo que tenho a dizer, parece não ter fim. É um sofrimento infinito. Pois, provavelmente quando eu começar tentar o desabafo, em seguida você vai zombar e me tripudiar mais uma vez.

Essas foram as palavras que escrevi para não enlouquecer, antes de você chegar e podermos conversar. Agora, já é sábado, ou melhor domingo de madrugada, vejo da janela a aurora do dia raiando...

Quem sabe essa carta chegue ao seu destino ?!