... Em sentimentos que envolvem o universo feminino, pois “Não se nasce mulher: torna-se.” (Simone de Beauvoir)
A dualidade de sentimentos que envolvem o Universo Feminino.

São tantos os sentimentos em busca da identidade feminina, cujos contratempos das emoções transbordadas vão do êxtase secreto à cólera explícita...

Esse blog é um espaço aberto acerca de relatos e desabafos relativos as alegrias e tristezas, felicidades e angústias... Sempre objetivando a solidariedade e ajuda ao próximo.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Sem olhar para trás...


 
"... Entretanto, não se deve acreditar que todas as dificuldades se atenuem nas mulheres de temperamento ardente.
Ao contrário, podem exasperar-se. A pertubação feminina pode atingir uma intensidade que o homem não conhece."
Simone de Beauvoir
 
Sofrendo muito pela separação, Letícia passava dias e noites chorando e relembrando dos momentos do passado, dos erros que supunha ter cometido para que Marcos a abandonasse daquele jeito. Foram inúmeras tentativas para que seu marido voltasse atrás com idéia de partir, súplicas e humilhações esgotaram o resto de dignidade que pouco existia.

Marcos por sua vez, irascível e determinado, deixara a mulher sem qualquer remorso ou culpa de toda a dor causada. Estava altivo, empertigado e irritado pelo desconforto de ter que socorrer Letícia em suas crises de pânico. Talvez, até temesse que a mulher diante daquele desespero chegasse ao suicídio. Mas, certamente pelas explicações sociais e não pela compaixão.

Ao telefone, Letícia chorava copiosamente o lamento de uma pessoa desesperada pelo abandono. Então, ao chamado, ele foi ao seu encontro. Ao entrar no apartamento que fora o lar conjugal deparou-se com aquela mulher acabada, recolhida em sua catatonia, em pleno desamparo. E, não satisfeito, ainda lançou mais justificativas pelo seu desamor:
- Durante anos fui seu esteio, segurando seus desequilíbrios...
- Eu não agüento mais, estou morrendo.
- Essa dor não é física, é psíquica, você não vai morrer.
- Eu quero morrer !
- Vai dar uma de louquinha agora ? Para todos dizerem o que sempre pensaram de você...

 
Marcos, assim mesmo se foi...
Não olhando para trás.